Tempos de Kairós e Chronos no Colégio Beka

17 de janeiro de 2018

FACEBOOK TWITTER

Já pensou sobre seu tempo livre?

Não costumamos dar muito valor ao nosso ócio. Acredita-se que esse tempo, nos dias de hoje, é bem aproveitado quando descansamos das nossas tarefas do trabalho. Mas a verdade é que o ócio é o tempo para liberdade de escolha. Ou seja, de pensar sem ser assediado pelo relógio: o tempo de Kairós (pela mitologia grega: o deus do tempo de qualidade).

Em contraponto, temos Chronos (pela mitologia grega: o deus do tempo quantificador), que geralmente tem mais espaço em nossas vidas, pelo modo social que vivemos hoje. Tudo é “para ontem” e deve ser feito de forma perfeita, e estamos sempre sob pressão.

Para se viver em equilíbrio acredita-se que Chronos e Kairós precisam estar balanceados em nosso cotidiano. Kairós, assim como Chronos, necessita da nossa atenção da mesma maneira. Afinal, por que o seu tempo livre – por exemplo o tempo gasto praticando um hobby – não é levado a sério?

Questionando esse padrão, o Colégio Beka, em sua XXII Feira Cultural, com o tema “A arte do experimento: tempo, tempo, tempo…”, realizou um número de vivências. Uma Feira Cultural pensada completamente “fora da caixinha”, baseada nos questionamentos feitos pelo UNOi educação no evento Estação REDEi.

Foram 6 vivências, inspiradas nas vivências realizadas pelo UNOi:

Areia e o vento
Inspire e expire
Cantar, dançar e viver
Como é o tempo na escuridão
Natureza Viva
Tempos sem fronteiras

E mais quatro vivências voltadas para o infantil: Sala da pintura em guache/ Sala do tato com os pés/ Sala das cortinas e cama de gato e Sala da colagem e massinha. Todas as vivências conversam entre si, mesmo sem ter a necessidade de vivenciar todas elas.

A abertura foi feita com uma peça teatral relacionando Chronos e Kairós em nosso dia a dia. Logo após, os pais e as crianças eram direcionados a duas das vivências. Depois, retornavam ao teatro para uma apresentação experimental de Química que explicava porque não podemos ser apenas Chronos ou Kairós em nosso cotidiano.

Ao final, tivemos um momento de muita emoção com as crianças aparecendo no mezanino, cantando em coral a música “Trevo”, da banda Anavitória, que relaciona a qualidade do tempo e das pessoas em nossas vidas. Uma Feira Cultural com um ciclo: as vivências conversavam entre si, gerando reflexões complementares. Reflexões que foram vivenciadas entre familiares e crianças, além de toda tematização nos corredores: um corredor com alunos representando o mundo de Chronos, e outro corredor com alunos representando o de Kairós.

Tornou-se um dia imerso nesses dois tempos, de muito aprendizado sobre o que temos de melhor e pior em ambos os lados, e como nossa sociedade se relaciona com o tempo.

O Colégio Beka deseja inspirar as pessoas a gerenciarem melhor o tempo e serem mais comprometidas com ele, a fim de viver melhor, com Chronos e Kairós em equilíbrio.


Texto enviado por Giulia Beatrice, da comunicação do Colégio Beka.

Posts Relacionados

Uma proposta de gamificação aplicada no Colégio MAXXI

No dia 17 de fevereiro, todos os colaboradores do Colégio MAXXI foram convidados a participar de um momento difere

CéluladeTransformação Gamificação

2 semanas

Depois do Evolução UNOi

O Evolução UNOi, que aconteceu entre 3 e 5 de maio, em Foz do Iguaçu (PR), foi um evento para mostrar para todos

Depoimentos Encerramento EvoluçãoUNOi

2 meses

Arquétipos REDEi – A Jornada (Parte III)

Durante o Estação REDEi 2018, realizado nos dias 23, 24 e 25 de março no Guarujá (SP), apresentamos aos partici

Arquétipos Professor REDEi2018

3 meses

Comentários