Conversa com uma refugiada

Migração Refugiados 8 de janeiro de 2016

FACEBOOK TWITTER

A crise de refugiados, principalmente sírios, foi um dos assuntos que dominaram a mídia em 2015. A foto de Aylan Kurdi, o garotinho sírio que morreu afogado no litoral da Turquia, rodou o mundo e acendeu o debate sobre as condições de vida das pessoas que residem em países em guerra. Além disso, levantou-se a questão sobre a responsabilidade dos países desenvolvidos em acolher esses cidadãos.

O número de migrantes irregulares e refugiados na Europa passou de 1 milhão em dezembro de 2015, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM). Praticamente metade dessas pessoas foge da guerra na Síria, que obrigou o deslocamento de 3 milhões de pessoas para várias partes do mundo, inclusive para o Brasil.

Mas como é ser um refugiado? Conhecer uma pessoa que enfrenta essa situação pode ajudar a entender o que leva alguém a fugir, a deixar tudo para trás. Ajuda, acima de tudo, a derrubar os preconceitos que podemos ter em relação a essas pessoas.

A partir da ideia de professores e com a ajuda da coach Andrezza Amorelli, os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental e do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Nossa Senhora dos Remédios tiveram a oportunidade de conversar com Sara Ajlyakin, uma jovem refugiada síria que vive em São Paulo. Acompanhando a jovem estava Fabio José Bosco, brasileiro que integra um comitê de apoio aos palestinos. Alguns trechos da conversa você confere no vídeo abaixo.

 

 

 

Posts Relacionados

[Retrospectiva2018] Metodologias Ativas e Tecnologia

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

CulturaDigital EvoluçãoUNOi MetodologiasAtivas Retrospectiva2018 Tecnologia

7 horas

Educação para crianças refugiadas

Nascida no Sudão do Sul, Mary Maker abandonou seu nome original e encontrou propósito em uma escola para criança

Crianças Educação Refugiados TEDTalks

2 semanas

Acantonamento na Escola Lápis de Cor

Na Escola Projeto / Lápis de Cor promovemos, todos os anos na semana da criança, o nosso “Acantonamento”. A a

Acantonamento Escola EscolaLápisDeCor RedeUNOi

2 meses

Comentários

Posts Relacionados

[Retrospectiva2018] Metodologias Ativas e Tecnologia

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

CulturaDigital EvoluçãoUNOi MetodologiasAtivas Retrospectiva2018 Tecnologia

7 horas

Educação para crianças refugiadas

Nascida no Sudão do Sul, Mary Maker abandonou seu nome original e encontrou propósito em uma escola para criança

Crianças Educação Refugiados TEDTalks

2 semanas

Dia dos Professores

Como formar um aluno íntegro, ético? Que atue em sociedade, buscando o bem coletivo? O processo de ensino-apre

#UNOi DiaDosProfessores Inspiração

2 meses

Comentários