Língua é poder

EducaçãoBilíngue EvoluçãoUNOi 25 de junho de 2018

FACEBOOK TWITTER

Educação Bilíngue. Essa é uma questão que tem sido central na educação brasileira nos últimos anos. A capacidade de compreender uma segunda língua é uma habilidade que ninguém mais questiona como sendo absolutamente necessária para se integrar à realidade do mundo contemporâneo. Afinal, “língua é poder”, como diz Antonieta Megale, mestre em linguística.

Não se pode comparar a educação bilíngue com simplesmente aprender um novo idioma. Tem a ver com se abrir para novas culturas, tem a ver com ter outras visões de mundo que são possibilitadas por um jeito diferente de falar. Por exemplo, línguas como o inglês, que têm um gênero neutro, trazem consigo uma perspectiva que a língua portuguesa, por ter apenas o masculino e o feminino, não possui.

Para saber mais sobre educação bilíngue, assista à fala de Antonieta Megale no Evolução UNOi, evento realizado em maio de 2018 em Foz do Iguaçu (PR).


Posts Relacionados

Descanse em paz, aula chata

Inovar é um processo. Tem a ver com sair da zona de conforto, procurar um foco e sair a campo. Saber o que toda a

AtmosferaEscolar EstaçãoREDEi Inovação SalaDeAula

3 dias

Sobre “O segredo de Xangai”

Ao ler o texto de Raquel Oliveira “AtmosferaEscolar EducaçãoBásica opinião

3 semanas

Pensamento leva tempo – Uma crítica à urgência pelo pensamento crítico em nossas escolas

Quanto tempo você leva para saber o que está pensando? Para quem lê esta página talvez pouco (da ordem de milé

neurociência opinião pensamento crítico

4 semanas

Comentários