Metodologias ativas e tecnologia

CulturaDigital Eventos EvoluçãoUNOi MetodologiasAtivas Tecnologia 28 de maio de 2018

FACEBOOK TWITTER

Quantas vezes por dia você olha para o seu celular, mesmo sem ele tocar ou mostrar alguma notificação? Você consegue sair de casa sem o telefone?

“O que essa cultura digital, esse mundo em que a gente está inserido, realmente provocou de mudança nas instituições de ensino?”, pergunta Lilian Bacich, doutora em psicologia escolar e organizadora do livro Ensino Híbrido: personalização e tecnologia em educação. Não se pode falar apenas em inserção de equipamentos eletrônicos em sala de aula. É necessário mudar o jeito que se ensina, repensar as metodologias que se usa nas salas de aula.

Uma das mudanças de mentalidade mais importantes é a de parar de pensar na “média” quando se planeja uma aula. A tecnologia vem, nesse caso, como um auxílio para a personalização do ensino, mas ela não caminha sozinha. É preciso alterar a gestão, repensar o papel do professor, redesenhar espaços, redefinir a cultura escolar.

Para saber mais sobre metodologias ativas, ensino híbrido e o papel da tecnologia na escola, assista à fala de Lilian Bacich durante o Evolução UNOi, evento realizado pelo UNOi nos dias 3, 4 e 5 de maio de 2018 em Foz do Iguaçu (PR).


Posts Relacionados

[Retrospectiva2018] Pensamento Leva Tempo

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

neurociência opinião pensamento crítico Retrospectiva2018

1 hora

[Retrospectiva2018] Formando uma geração bilíngue

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

Bilinguismo EducaçãoBilíngue Formação RedeUNOi Retrospectiva2018

3 dias

[Retrospectiva2018] Metodologias Ativas e Tecnologia

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

CulturaDigital EvoluçãoUNOi MetodologiasAtivas Retrospectiva2018 Tecnologia

5 dias

Comentários

Posts Relacionados

[Retrospectiva2018] Pensamento Leva Tempo

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

neurociência opinião pensamento crítico Retrospectiva2018

1 hora

[Retrospectiva2018] Formando uma geração bilíngue

-- Este post faz parte da Retrospectiva UNOi 2018. Todos os anos, em dezembro, gostamos de re

Bilinguismo EducaçãoBilíngue Formação RedeUNOi Retrospectiva2018

3 dias

Educação para crianças refugiadas

Nascida no Sudão do Sul, Mary Maker abandonou seu nome original e encontrou propósito em uma escola para criança

Crianças Educação Refugiados TEDTalks

3 semanas

Comentários